IMI: as nossas mentes brilhantes.


Entra hoje em vigor a alteração ao Código do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) publicado ontem em Diário da República. Por mais que tente não consigo entender qual foi a mente brilhante que considerou, na lei, aumentar o IMI para quem tenha habitação com boa exposição solar (orientação a sul), tiver um terraço. ou estiver num piso mais elevado. Nestes casos, o coeficiente pode aumentar até 20%. No Alentejo, essa terra de gente farta e rica, deve ser uma razia de aumentos. Quando o consumo interno estagna, as exportações diminuem e há estrangulamentos económicos que persistem, é sempre bom para a economia - setor imobiliário, leia-se - e para a população serem penalizados só porque, coitados, tem luz a rodos a entrar em casa. E assim vai o burgo.

Comentários