Avançar para o conteúdo principal

Cremação nacional


É no mês em que o país está a banhos e na véspera do fim-de-semana mais concorrido do ano que Troika e Ministério das Finanças resolvem falar aos portugueses que nem vão perceber o que hoje nos comunicaram. Em vez de cortes na despesa - há muito esperados - não, o Governo, com a bênção da Troika, aumenta o IVA na electricidade e no gás já a partir de Outubro. Tenho dias que já não aguento ouvir nem ler mais nada. Desculpem-me mas esta austeridade, este esforço, estes sacrifícios são apenas para os mesmos do costume. Com este caminho, a ruína social já nem isso será. Sobrarão apenas as cinzas da cremação nacional.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Por todos os Nuno's deste país, vergo-me, com vergonha e carregada de culpa

Há uma semana, quando a minha crónica na Antena Livre estava no ar, ainda não havia noção da tragédia dos incêndios desse fim de semana.
Depois, bem, depois, todos sabemos que números nos bateram à porta.
Não vou falar do que aconteceu, nem ajuizar as atitudes políticas. Tudo isso já foi falado, escrito, debatido, de uma forma tóxica até pela sociedade portuguesa.
Quero antes dar-vos o testemunho de alguém que assistiu, in loco, à recuperação, à reconstrução, ao caminho do futuro. Porque é disso que se trata imediatamente após tamanha tragédia. Vivi-o na pele em Agosto com a minha família e assisti de novo ao reerguer de gentes que merecem tudo.
Quero falar-vos de Nuno Pereira, fundador da Lusoberry, empresa que se dedica à produção de mirtilos e inovação dos seus derivados, em Oliveira do Hospital, região terrivelmente afetada pelos incêndios de há uma semana. O Nuno e a sua família viveram este drama por dentro, com amigos e família em perigo, assistiram à tragédia naquelas duras hora…

À descoberta de Castelo Novo: a aldeia que se aconchega no abraço da Gardunha

A frase do dia

«É melhor viver como ateu do que ir à igreja e odiar os outros». Papa Francisco, citado pela Lusa.